ENTRE EM CONTATO (98) 3219-1613

Ministério Público do Estado Espírito Santo elege novo Corregedor-geral e novo Ouvidor

28 Fevereiro 2018
Ministério Público do Estado Espírito Santo elege novo Corregedor-geral e novo Ouvidor

Em sessão realizada nesta segunda-feira (26/02), o Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) elegeu para os cargos de corregedor-geral e ouvidor da instituição, respectivamente, os procuradores de Justiça Carla Viana Cola e Eliezer Siqueira de Sousa, para atuação no biênio 2018/2020. As posses para os dois cargos serão no dia 28 de março.
 
Eleita com 19 votos, a procuradora de Justiça Carla Viana Cola concorreu ao cargo com o também procurador de Justiça Socrates de Souza, que recebeu nove votos. Ela está na instituição desde 1990 e já foi sub-corregedora-geral do Ministério Público Estadual, chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça e presidente da Comissão do Concurso Público de Provas e Títulos para ingresso na carreira do Ministério Público.
 
Candidato único, Eliezer Siqueira de Sousa foi aclamado por unanimidade pelo Colégio de Procuradores. O procurador de Justiça ingressou no MPES em 1984. Já integrou por oito vezes o Conselho Superior do Ministério Público e foi presidente da Comissão de Defesa das Prerrogativas Institucionais, sub-corregedor-geral do MPES e ouvidor da instituição.
 
Agradecimentos
Após a eleição, a corregedora-geral eleita Carla Viana Cola agradeceu aos colegas pela confiança depositada e assumiu o compromisso de desempenhar um trabalho árduo no cargo. “A Corregedoria-Geral não é um fim em si mesmo. Por isso, conto com o apoio de todos os colegas. E rogo a Deus que nos ilumine nesta tarefa”, assinalou a procuradora de Justiça, em discurso na sessão. Ela adiantou que terá o subprocurador-geral de Justiça Institucional, Gustavo Modenesi Martins da Cunha como sub-corregedor-geral do MPES.
 
Aclamado por unanimidade, o procurador de Justiça Eliezer Siqueira de Sousa também agradeceu pela eleição, em especial ao também procurador de Justiça Alexandre José Guimarães pela retirada da candidatura a ouvidor do MPES. “Ele desempenhou um esplêndido trabalho como ouvidor. Vou contar com o auxílio dele e dos senhores. As portas da Ouvidoria estarão sempre abertas para os senhores e para todos, assim como as portas do meu gabinete. Atuarei lado a lado com a corregedora-geral e com os senhores no sentido de engrandecer o Ministério Público capixaba”, afirmou.
 
 
Fonte: Ministério Público do Estado Espírito Santo




FALE CONOSCO

Tem alguma dúvida?

ENVIE UM CONTATO
MURAL

Deixe sua mensagem para o conselho

PARTICIPAR